Suassuna e Goethe se misturam no espetáculo "Auto de João da Cruz"

Atualizado: Jan 7

O espetáculo "Auto de João da Cruz" estreia no próximo dia 16, quinta-feira, no Teatro Firjan SESI Centro. Com texto de Ariano Suassuna, a peça é uma recriação do "Fausto" de Goethe. Forneceram elementos para a trama do auto três romances populares nordestinos: História de João da Cruz, História do Príncipe do Reino do Barro Branco e a Princesa do Reino do Vai-não-Torna e O Príncipe João Sem Medo e a Princesa da Ilha dos Diamantes, em que são autores ou divulgadores, respectivamente, Leandro Gomes de Barros, Severino Milanez da Silva e Francisco Sales Areda, poetas populares do Nordeste.

A peça conta a história de João, jovem ambicioso que, inconformado com a ausência do pai e com a miséria em que vive, resolve sair de casa, deixando tudo para trás, em busca de riquezas. O Guia (espécie de diretor da peça) e o Cego (aqui simbolizando o Diabo) fazem, então, uma aposta pela alma de João, que ilusoriamente passa a ter tudo que deseja, ao mesmo tempo em que vai perdendo sua humanidade, se distanciando da família e dos amigos e se transformando em um homem frio e perverso. Quando, enfim, recobra a consciência, já é tarde demais para se arrepender dos males que causou.

Escrita há sete décadas, a peça "Auto de João da Cruz" tem sua primeira montagem profissional pela Cia OmondÉ, que ganhou o texto de presente de Dantas Suassuna, filho de Ariano. "Suassuna é eterno, atemporal, nunca sairá de moda. A história dessa peça é sobre a insana ambição humana, que pode levar o homem a se perder de seus valores mais profundos e a cometer os piores crimes. Infelizmente, é um texto extremamente atual." ressalta Inez.


A montagem inédita tem direção de Inez Viana e comemora os 10 anos da Cia OmondÉ.

Ficha técnica:

Cia OmondÉ apresenta "Auto de João da Cruz" Texto: Ariano Suassuna Direção: Inez Viana Elenco: André Senna, Elisa Barbosa, Iano Salomão, Junior Dantas, Leonardo Bricio, Luis Antonio Fortes, Tati Lima e Zé Wendell Direção de movimento: Denise Stutz Iluminação: Ana Luzia de Simoni Figurino: Flavio Souza Consultoria cenográfica: Nello Marrese Cenotécnico: André Salles Consultoria musical: Fábio Campos Assessoria dramatúrgica: Carlos Newton Jr. Assistente de direção: Joel Tavares Programação visual: André Senna Fotografia, vídeo e redes sociais: Rodrigo Menezes Assessoria de imprensa: Paula Catunda e Catharina Rocha Produção: Eu + Ela Produções Artísticas e Pé de Vento Produções Direção de produção: Douglas Resende Produção executiva: João Paulo Rodrigues Diretor de Palco: Matheus Ribeiro Realização: Cia OmondÉ


A peça ficará em cartaz até 16 de fevereiro (de quinta-feira a sábado às 19h, e domingo às 18h). Classificação: 14 anos. Os ingressos podem ser comprados online ou na bilheteria do teatro. O Teatro Firjan SESI Centro fica na Avenida Graça Aranha 1, no Centro do Rio.