Seminários Dias de Estudo são opção para aprender virtualmente

Muitas pessoas estão aproveitando o período de isolamento social para estudar e buscar novas formas de aprender virtualmente. Por isso, a Fundação Bienal sugere uma olhada na série de seminários Dias de Estudo, realizada para a 32ª Bienal de São Paulo (2016).


A ideia era expandir a Bienal para além das suas fronteiras por meio de viagens para Cuiabá (MT); Santiago (Chile); Acra (Gana) e para a Amazônia Peruana, estabelecendo diálogos e trocas com os anfitriões sobre conceitos em torno da incerteza, tema dessa edição. Os Dias de Estudo incluíram tanto visitas de campo a centros culturais, comunidades locais, reservas ecológicas, estúdios de artistas, centros de referência e pesquisa, quanto conferências abertas ao público, ministradas por palestrantes convidados e profissionais locais que vinham de diferentes contextos e disciplinas.

Depois dos encontros, foram realizados seminários finais no Pavilhão da Bienal, em São Paulo, que estão disponíveis no perfil da Bienal SP no YouTube. Os registros de toda essa experiência de intercâmbio de conhecimento também resultaram em uma publicação.


#32bienal (Dias de Estudo) Construção, espaço, saber

Mesa redonda com participação de Alvaro Puntoni, Áurea Carolina, Joe Addo e Laís Myrrha.

Mediação: Ligia Nobre

Intervenção: Vivian Caccuri


#32bienal (Dias de Estudo) Prática expandida: arte e ativismo

Mesa redonda com participação de Amilcar Packer, Ben Vickers, Guilherme Boulos e Naine Terena

Mediação: André Mesquita

Intervenção: Bárbara Wagner

#32bienal (Dias de Estudo) Cosmovisões: natureza e política

Mesa redonda com participação de Ailton Krenak, Ana Laíde Barbosa, Carolina Caycedo e Luisa Elvira Belaunde

Mediação: Pedro Cesarino

Fale conosco