Rodrigo Pedrosa será representado em Nova York pela Ueast75 Gallery

Atualizado: Mar 12

A Ueast75 Gallery de Nova York, especializada em arte cubana e latino americana, passa a representar, a partir de março, o artista plástico Rodrigo Pedrosa.

"Rodrigo Pedrosa é um engenhoso (re)fazedor de si mesmo. Suas esculturas dão a medida de como o artista está voltado para uma introspecção que expõe e perturba as expectativas de um mundo convencional, em que se espera a perfeita complacência diante das perversidades que circulam nossas existências em dias sombrios que vivemos.


Muitos são os que esperam pela ordem, poucos os que a erguem dos escombros. A vitalidade de suas peças, em doses brutas de matéria, apresenta o Homem carente de aparas, de refinamentos, e pré-disposto ao abismo."


Osvaldo Carvalho, artista e curador


Em seus 25 anos de carreira como pintor e escultor, Pedrosa soma exposições individuais no currículo como "Tudo Passa", na Andrea Rehder Arte Contemporânea (SP), "Deslocamentos" e "Humanidades", ambas no Centro Cultural Correios (RJ), "Humanidades Cerzidas", na Casa França Brasil (RJ) e no Museu do Ingá (Niterói, RJ), "Il Colpevoli di Tutto", Caravagio (IT); e coletivas como "Salão de Outono da América Latina", edições 2015 e 2016, "Artexpo NY 2016", "Artshopping", "Carroussel du Louvre", ArtRio 2015, CIN Nova York, Artigo Rio 2013 e 2016, Bienal Europa América Latina, X Encontro de Ceramistas de Paraty e Bienal de Búzios.


Pedrosa trabalha em seus ateliês no Rio de Janeiro (Fábrica Bhering) e em Niterói, onde também ministra aulas. Possui a galeria GN1, em Búzios (RJ), é representado pela Andrea Rehder Arte Contemporânea em São Paulo, pela Danielian Contemporary Art no Rio de janeiro, pela Eikones, no Litoral de São Paulo, e pela Capuccine Picicarole, em Cuiabá.


Uma de suas obras integra a coleção particular do príncipe de Abu Dhabi, Sheik Zayed Al Nahyan.

O endereço da Ueast75 Gallery é 40E 75th Street, em Nova York.