"Refúgios", de Carolina Martinez, encerra segundo ciclo do Arte+Care

Encerrando o ciclo #2 do programa Arte+Care, a Portas Vilaseca Galeria apresenta em PDF no seu site e também no perfil da galeria no Artsy, um conjunto de trabalhos inéditos de Carolina Martinez.


Há dois meses, a artista selecionou alguns materiais disponíveis no seu ateliê no Rio de Janeiro e isolou-se na serra, nos arredores da cidade. Neste período de distanciamento social, nasceu a série "Refúgios", que conserva escolhas com relação aos suportes, em coerência com a sua trajetória artística. Desta vez, Martinez utiliza o cedro, a partir de resquícios provenientes de uma construção.

Estes pedaços de madeira maciça seriam inicialmente empregados na composição de rodapés de uma casa. Porém, antes de serem descartados e reduzidos a lenha, foram adotados como suporte para o seu trabalho. Em seguida, foram cortados, lixados e finalmente pintados. Esta nova série reflete uma das faces do isolamento da artista, em que podemos observar a transformação dos seus sentimentos de limitação em matéria. Além disso, existe a tentativa de trabalhar com o que é possível, em harmonia com a natureza, com o refugo, o refúgio.


Parte da venda desses trabalhos irá beneficiar a ação #JuntosContraCovid19, coordenada pela ONG carioca Move Rio, em parceria com outras organizações, no auxílio a moradores de diferentes comunidades do Rio de Janeiro que não têm recursos e precisam ficar em casa nesse período de isolamento social.

A galeria inicia em breve o ciclo #3 do programa com um novo grupo de artistas e uma nova iniciativa beneficiada. Abrindo este ciclo, o artista Felipe Seixas apresentará uma série de trabalhos inéditos. E nas semanas seguintes, participam os artistas Rafael Pagatini, Zé Carlos Garcia e Ismael Monticelli.


Arte+Care é um programa desenvolvido para apoiar os artistas representados pela Portas Vilaseca e, ao mesmo tempo, ajudar pessoas, organizações e iniciativas relevantes nos campos da cultura, da saúde e da atenção básica. Séries de trabalhos inéditos e a preços acessíveis (entre R$900 e R$2 mil cada) foram produzidas exclusivamente para o programa pelos artistas e, a cada mês, uma parte das vendas será doada a uma iniciativa diferente.