Orquestra Sanfônica lança álbum com repertório totalmente autoral

A Orquestra Sanfônica nasceu das aulas semanais do professor/maestro Marcelo Caldi, que começaram em 2015, juntando um time de novos músicos de diversas regiões e idades diferentes. A formação com 15 sanfoneiros mostra a versatilidade e as possibilidades do instrumento. A orquestra é acompanhada ainda por três cantores, dois percussionistas, um baixista e um rabequeiro, totalizando 22 músicos. "Neste CD está o registro cuidadoso daquilo que fazemos de melhor", resume Caldi.

Nas 15 músicas inéditas – a maioria composta por Caldi –, a orquestra mostra uma diversidade de ritmos que passa por baião, xote, maxixe, valsa, tango, choro e quadrilha. Os títulos revelam: "Baião de São João", "Quadrilha circense", "Choro de fim de tarde" e "Tango sanfônico". "Norte, Nordeste / Centro Sul, Sudeste / Como tem cabra da peste / Que gosta de forró", diz a letra de "Nos quatro cantos do Brasil", cantada por Yeda Maranhão.

A alinhadíssima reunião de sanfonas é trunfo da Orquestra, única radicada em solo carioca. O instrumento, rico em possibilidades, mostra sua versatilidade e sotaques.