"O Fim da Vida" é debatido por Domênico, Azevedo e Scheinkman

Ninguém sabe exatamente por quanto tempo viverá. Há quem acredite que cada um de nós tem uma data pré-determinada para morrer, enquanto outros gostariam de atingir a vida eterna, ou, pelo menos, prolongar a duração de sua existência ao máximo.

A médica Lilian Scheinkman.

A questão é tema do evento "O Fim da Vida", debate entre os médicos especialistas Cláudio Domênico, Daniel Azevedo, Lilian Scheinkman, que acontece nesta quinta-feira, dia 13, das 13h às 14h30, na Casa do Saber Rio.

O mediador do evento Cláudio Domênico.

Nesse encontro, será tratado o momento em que nossos dias – ou os de nossos entes queridos – parecem contados, seja devido ao diagnóstico de uma doença terminal ou à idade avançada. É quando chega a hora em que não há mais nada, ou muito pouco, a se fazer. Esta sessão, moderada pelo cardiologista Cláudio Domênico, permitirá o debate de um dos temas mais áridos tanto para médicos quanto para leigos: a morte.


Cláudio Domênico é médico cardiologista, mestre e doutor pela UFRJ e membro das sociedades Americana e Europeia de Cardiologia e da Academia de Medicina do Rio de Janeiro (AMRJ). É autor do livro Te cuida - guia para uma vida saudável.


Daniel Azevedo é médico geriatra. Diretor científico da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG), e Lilian Scheinkman é psiquiatra e psicanalista, possui doutorado em Psiquiatria, Psicanálise e Saúde Mental pela UFRJ e pós-doutorado em Neuro-Psiquiatria e Psiquiatria Geriátrica pela Universidade de Miami (Estados Unidos). Ela também é professora da Faculdade de Medicina da Uerj.


A Casa do Saber Rio fica na Av. Afrânio de Melo Franco 290 lj. 101, no Leblon.


Fotos: divulgação