"Museum of Me": experiência imersivo-tecnológica no BB paulista

O Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo anuncia uma experiência imersivo-tecnológica gratuita, que ocupará o saguão do Edifício BB, na Avenida Paulista. A instalação "Museum of Me – Um mergulho em sua alma digital" cria uma jornada audiovisual de um minuto a partir das imagens compartilhadas pelo usuário em suas redes sociais.

Imagem da experiência Museum of Me, exposta pelo CCBB SP.

Esse DNA virtual é projetado em dezenas de displays de LCD instalados dentro de um cubo imersivo, em uma combinação de cores, textos e imagens, aparentemente aleatórios. A experiência é apresentada pela Accenture, tem apoio institucional do CCBB SP e terá entrada gratuita.


O visitante entra em uma sala inicialmente escura e silenciosa. Primeiro, percebe um som, depois, uma imagem e outras luzes em sua visão periférica. Progressivamente, os monitores são despertados em uma explosão exuberante de cores e sons. Os padrões e as fotos se combinam para fazer uma colagem caleidoscópica abstrata. Então, surgem palavras: hashtags e legendas que correspondem às fotografias compartilhadas – grandes, pequenas, de cabeça para baixo e de lado.


São palavras familiares, registradas pelo próprio usuário nas redes sociais. As fotos se tornam gradativamente mais reconhecíveis e começam a ser descritas em legendas. O computador passa a ler e processar suas memórias, em imagens, palavras e gráficos. Quando acaba e todas as telas se apagam, deixando apenas o som de uma respiração rápida e ansiosa, fica a sensação de que poderia ter sido um sonho.


O participante pode entrar na instalação com até três acompanhantes e compartilhar a experiência nas redes sociais.


"Museum of Me usa inteligência artificial para interpretar a vida digital do visitante e para estimular sensações por meio de um sofisticado sistema de som dinâmico, que permite sutis variações de acordo com o resultado das análises das fotos da pessoa", comenta Felipe Reif, sócio da Cactus, estúdio colaborativo criador da exposição.


"Estamos contentes em ter o Museum of Me estreando uma série de projetos de arte-tecnologia que estamos planejando para os próximos anos", comenta Steffen Dauelsberg, diretor executivo da Dell'Arte, responsável pela produção da exposição.


"A exposição é a prova de que máquinas e humanos podem trabalhar juntos. Museum of Me retrata a inteligência artificial como parceira da criatividade humana. Com as novas ferramentas que chegam diariamente em nossas mãos, somos ainda mais munidos de chances para termos ideias, criar, errar e testar coisas novas diariamente. Essa é a beleza da união entre tecnologia e criatividade", afirma Eco Moliterno, CCO da Accenture Interactive, patrocinadora da mostra.


A obra foi desenvolvida pela Cactus, que já criou outras experiências artístico-tecnológicas imersivas exibidas em Nova York, Hong Kong e nos Jogos Olímpicos. O projeto tem patrocínio da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, por meio do Programa Municipal de Apoio a Projetos Culturais, e da Administração Predial SA (APSA), além de apoio da Benetton Perfumes.


Museum of Me poderá ser visitada até 20 de maio. O Edifício Banco do Brasil fica na Avenida Paulista 1.230, em Bela Vista.


Foto: divulgação