"Meu Seridó" tem curta temporada na Caixa Cultural Rio até dia 22

A Caixa Cultural Rio de Janeiro recebe, de 12 a 22 de dezembro (quinta-feira a domingo), o espetáculo teatral "Meu Seridó". Com direção de César Ferrario e dramaturgia de Filipe Miguez, a peça apresenta um olhar poético e divertido sobre a origem e os costumes da região do Seridó, no sertão do Rio Grande do Norte. As apresentações têm patrocínio da Caixa e do Governo Federal.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

"O espetáculo conduz o público a um passeio imaginário e delirante por um lugar arcaico e mítico no sertão potiguar, com um tom nostálgico de arengas e amores", conta a atriz Titina Medeiros, idealizadora do projeto. "Em uma hora, 10 mil anos de uma rica história passam diante dos olhos da plateia nesse conto que aborda a relação do homem com a terra, que neste momento atravessa um grave impasse."

Com trilha sonora executada ao vivo e boas doses de humor e teatralidade, a peça trata de questões como a condição da mulher no sertão, a extinção do indígena em detrimento do boi e a desertificação. "A nossa narrativa não tem um compromisso histórico", explica o diretor César Ferrario. "A narrativa tem seu início por meio de uma menção ao plano mítico do Seridó, onde o Sol e a Terra disputam o amor de Chuva."

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Para Ferrario, essa é uma fábula muito coerente com as questões que atravessam toda a história de qualquer lugar sertanejo e seu imaginário. "A partir disso, transita pela história do Seridó em seus espelhamentos terrenos, desde a chegada do homem andino até a vinda do vaqueiro e do português. O entrelaçamento dessas raças perpassa as histórias que vão sendo contadas ao longo do espetáculo", completa.

A temporada de "Meu Seridó" no Teatro de Arena da Caixa Cultural Rio de Janeiro ainda inclui bate-papos, apresentação com tradução em libras e uma oficina. Na Resenha para a platéia, nos dias 12 e 19 de dezembro (quintas-feiras), o público vai poder conversar com elenco, direção e produção sobre o processo de criação do espetáculo.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

No dia 13 de dezembro (sexta-feira), das 16h às 18h, o bate-papo gratuito "Prosa com quem escreveu" promove um encontro com o autor Filipe Miguez e a pesquisadora Leusa Araújo, que vão falar sobre a pesquisa e o processo de criação da dramaturgia do espetáculo. No mesmo dia, a apresentação da peça terá intérprete em libras.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Já a oficina gratuita "Estar atento ou o exercício da escuta na construção do ator", com os atores Caio Padilha e Nara Kelly, será realizada no dia 17 de dezembro (terça-feira), das 14h às 18h. O workshop é voltado para atores e não-atores, maiores de 18 anos. Para participar, os interessados devem mandar um e-mail com carta de intenção e um breve currículo. São 25 vagas.

Espetáculo não recomendado para menores de 12 anos. A Caixa Cultural Rio de Janeiro – Teatro de Arena fica na Av. Almirante Barroso 25, no Centro.