Mauricio Planel ministra oficina de colagem "Recortes de Família"

O ilustrador colagista Mauricio Planel ministra a oficina de colagem "Recortes de Família", no próximo sábado, dia 27, das 10h às 19h, no Centro Cultural João XXIII, no Rio.

"O fragmento, o recorte, o corpo figura, os encontros, os encontros ao acaso e a cola. O movimento da colagem é comparável à trajetória amorosa descrita por Roland Barthes, em que os fragmentos são as figuras da ação da colagem e o recorte, ou captura, é o primeiro ato do trajeto amoroso.


Ao contrário do que muitos pensam não é a cola que faz a colagem. O que inaugura a colagem é a tesoura, o olhar que paira sobre as figuras, o olho que vaga pelas superfícies impressas em busca de algo. Enfim, o olho seleciona, classifica, divide, organiza, rechaça, associa, discrimina, analisa e constrói.


Estudar o fenômeno do corte, do recorte, significa em última instância, estudar o ato criador, a poética da criação."


Trecho retirado do livro "A collage como trajetória amorosa", de Fernando Freias Fuão

Recortes de Família é a nova oficina de colagem manual do ilustrador e colagista Mauricio Planel. Nela serão resgatadas memórias de infância, as histórias de família, e contos que são ouvidos e não se tem certeza se realmente aconteceram. Lembra daquelas histórias deliciosas que ouvimos de nossos pais, tios e avôs? Estas certamente fazem parte das lembranças mais queridas que guardamos.


O convite da oficina é explorar essas memórias por meio do resgate de fotos antigas, cartas, postais e objetos, com a meta de transformá-los em lindas colagens.


Cada aluno vai fotocopiar diversas fotos do seu álbum familiar, e antes de começar a colagem, vai escrever um breve relato de alguma memória que ficou marcada. A proposta é transformar esses relatos em narrativas gráficas por meio de colagens. Não é necessário ter experiência anterior com colagem ou saber desenhar. Basta a vontade de criar e aprender.


Mauricio Planel é ilustrador colagista desde 2008 e atua no mercado editoral e de vídeo. Tem colaborado com a Revista da Cultura, com diversas publicações e editoras de livros como: WMF Martins Fontes, Editora melhoramentos, Editora Moderna, Editora Harper Collins Brasil, Revista GQ, Revista Playboy, SuperInteressante, além de vídeo colagens.


É membro e um dos fundadores do Coletivo Collagistas Sin Fronteras, grupo de artistas de diversos países que trabalham com essa técnica e participou de exposiçõe na Argentina, Uruguay, Polônia e no Brasil. Representado por Aura Arte Contemporânea entre 2015-2018.


Fotos: divulgação

Fale conosco