Ligia Calheiros leva suas releituras do cotidiano aos Correios Niterói

A artista Ligia Calheiros inaugura sua exposição "Do Remanescente", neste sábado, dia 28, às 15h, no Espaço Cultural Correios Niterói. Com curadoria de Lia do Rio, a mostra apresenta sete trabalhos entre instalação, série de fotos, objeto e desenhos, criados a partir da interferência da artista em itens do cotidiano prestes a serem descartados.

A pesquisa de Ligia destaca-se pela "dissecação" de objetos simples do dia a dia, que perderam seu uso, trazendo à luz suas camadas secretas interiores, seus resíduos, para o encontro de novos objetos e significados.

De acordo com a curadora, ao interferir nos objetos utilizando diversos meios, a artista observa os acontecimentos que surgem, aproveitando o que dá sentido ao processo. Nesse jogo, muitas vezes ela cria outros objetos a partir deles mesmos: as partes que se separam do todo podem se tornar independentes ou, na maioria das vezes, caminham juntas, afirmando seus elos.

"O olhar de Ligia é atraído por objetos que estão à beira de se tornarem algo quase sem sentido, de perderem a sua função. O não saber a duração daquilo que até então possuía um equilíbrio perfeito a levam a querer despertá-lo. Encontrar sua essência torna-se fundamental", diz Lia do Rio.

O sábado também é a última oportunidade de visitar a exposição "Humanidades", do artista plástico Rodrigo Pedrosa, que tem por objetivo provocar o questionamento acerca das contradições e das incongruências da natureza humana. Pedrosa procura deslocar contextos e pontos de vista para se debruçar sobre questões que tratam da condição humana: a solidão, o medo, a autodestruição. O espectro imagético de suas obras percebe, coleta, contrapõe, propõe, instiga e confronta essas ideias.


A curadora de "Do Remanescente", Lia do Rio, também tem sua produção exposta no espaço. Em sua mostra "Natureza", Lia reúne fotografias e vídeos, além de uma instalação no centro da galeria. As obras remetem à vida nas grandes cidades, procurando resgatar o potencial dos materiais, das coisas, do ser humano, do que carregam em si. O projeto tem por fio condutor questões que abordam a natureza, o urbano, o tempo e a cultura, e pode ser visitado até 23 de novembro.


O Espaço Cultural Correios Niterói fica na Avenida Visconde do Rio Branco 481, no Centro. "Do Remanescente", de Ligia Calheiros, poderá ser visitada até 16 de novembro.