Juan Melé recebe mostra na Mul.ti.plo Espaço Arte, no Leblon

A Mul.ti.plo Espaço Arte inaugurou na noite desta quinta-feira, dia 05, a exposição do pintor e escultor argentino Juan Melé (1923-2012), um dos expoentes da arte concreta na América Latina. A individual "Juan Melé - construtor de poesia" contempla 20 obras do artista, entre os seus clássicos gofrados (gravura em metal) e pinturas, que serão apresentadas, em seu conjunto, pela primeira vez no Rio de Janeiro. Trata-se de uma rara oportunidade de conhecer a imensa criatividade desse inovador artista latino-americano.


Melé foi membro da Associação Arte Concreto-Invenção e cofundador do Grupo Arte Nuevo, eventos inaugurais do Movimento Madi, na Argentina. De acordo com o próprio Melé, "a geração de 1940 assume uma genuína atitude criadora, quer dizer, não só de receber influências, senão, sobretudo, de trazer novos elementos criativos ao desenvolvimento da arte".

Maneco Müller e Cildo Meireles

Paulo Sérgio Duarte

É importante lembrar que, naquele tempo, Buenos Aires era culturalmente a cidade latino-americana mais importante, rivalizando apenas com Rio de Janeiro. O grupo de jovens artistas construtivistas de que Melé fez parte deu um basta nas meras influências europeias e passou a ser protagonista de uma arte reconhecida como inovadora em todos os centros de vanguarda, nomeadamente Paris.


Obras de Juan Melé fazem parte de importantes acervos, e hoje são disputadas nas mais significativas casas de leilões. "A leitura de sua irrestrita admiração por Cézanne, sua proximidade fraterna com Max Bill e sua primeira visita ao recluso ateliê de Constantin Brancusi foram aos poucos me encantando. A cada passo reconhecia no seu trabalho um rigor poético capaz de transbordar uma visibilidade de tirar o tapete de baixo dos pés dos meros influxos europeus, conquistando voz e luz própria", conta Maneco Müller, diretor da galeria.

Hugo de Leoni, Luciana Gameleira, Mario Rebehi e Ondine Melo

Maneco Müller e Waltercio Caldas

Walter Carvalho

Estiveram no vernissage Cildo Meireles, Waltercio Caldas, entre outros grandes nomes da arte contemporânea brasileira.

Stella Ramos e Marcos Chaves

Toia Lena, Maria Pia, Eduardo Capozzi e Patrícia Marinho

Nelson Gavazzoni e Eduardo Capozzi

Adriano Carneiro, Marcos Chaves e Fernando Grabowsky

Analu Nabuco e Valeria Costa Pinto

Sandra Marques e Carlos Borges

Lucia Magalhães Pinto e Maria Lúcia Teófilo

A exposição pode ser visitada até 23 de abril. O Mul.ti.plo Espaço Arte fica na Rua Dias Ferreira 417 sala 206, no Leblon.


Fotos: Alan Miguel Gonçalves