Giulia Puntel exibe atmosferas enigmáticas em boa noite cinderela

O programa Zip'Up apresenta a nova produção da mineira Giulia Puntel. São pinturas a óleo em que a artista investe na criação de atmosferas enigmáticas, instauradas a partir da tensão entre as imagens que vemos nos trabalhos. A exposição individual "boa noite cinderela" tem curadoria de Icaro Ferraz Vidal Junior e inauguração prevista para o próximo sábado, dia 12, às 12h.

"Parto da livre apropriação de imagens da internet para realizar uma espécie de colagem. Os resultados são cenas misteriosas, sobre as quais nunca se encontrará uma verdade. Por mais que eu desenvolva a imagem propriamente dita, meu interesse, no fundo, é nas sensações que elas podem causar", conta a artista.


A artista elabora um espaço pictórico que se prolonga virtualmente em uma zona imaginária, fora da tela. Os enquadramentos remetem mais ao universo cinematográfico do que à tradição da pintura figurativa: o espaço fora do quadro, que o cinema pode ou não tornar visível conforme sua narrativa se desdobra, permanece um mistério insolúvel na poética de Giulia Puntel.


A artista dialoga com diferentes linguagens e tradições visuais, não para narrar uma história, mas para instaurar um clima de suspense, povoado por corpos entorpecidos e gestualidades desprovidas de identidade. A identificação dos personagens torna-se ainda mais complexa na medida em que seus corpos assimilam elementos sutis, que os inscrevem nos limites entre o humano e o animal.


A exposição "boa noite cinderela" ficará em cartaz até 16 de novembro. A Zipper Galeria fica na rua Estados Unidos 1.494, no Jardim América, em São Paulo.