Fundação Bienal destaca obras de Carlos Vergara em suas edições

O destaque desta semana no Instagram da Bienal é a obra Poder (1976), de Carlos Vergara. A foto foi tirada durante o bloco de carnaval Cacique de Ramos na zona norte do Rio de Janeiro, em uma época em que o Carnaval era um objeto de pesquisa para o artista.


Vergara nasceu em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, em 1941. Após viver em São Paulo, no início da década de 1950, mudou-se para o Rio de Janeiro, cidade em que tornou-se um dos principais artistas das vanguardas neofigurativas brasileiras da passagem dos anos 50 para os 60. Desde a década de 1980, Vergara dedica-se mais decididamente à pintura.

A primeira participação de Vergara na Bienal de São Paulo foi em 1963, quando expôs 13 jóias. Ao longo da sua carreira teve seu trabalho exposto na 9ª Bienal (1967), na 18ª Bienal (1985), na 20ª Bienal (1989) e 29ª Bienal (2010), em que pôde ser vista a fotografia Poder e outras da série Cacique de Ramos. Conheça mais sobre as obras de Vergara para cada uma das edições nos catálogos das Bienais.