Fragmentos de paisagens de Cela Luz na Galeria Mercedes Viegas

A artista plástica Cela Luz (Rio de Janeiro, 1986) inaugura sua individual "Deixa Ventar", terça-feira, dia 17, às 19h, na Galeria Mercedes Viegas, com curadoria Pollyana Quintella.

"Cela Luz apresenta uma série de pinturas que rearranjam fragmentos de paisagem. De pequenos formatos – que reforçam o pictórico como gesto íntimo – a pinturas maiores, somos imersos em perspectivas em movimento, horizontes que escapam como memórias fugidias. Cela parece operar com capturas temporárias, aparições e lampejos prestes a se reconfigurar, entre o referencial e a abstração.

Trata-se também de uma pintura sinestésica. A paleta luminosa, com a textura impositiva do óleo, por vezes sugere cheiros, sabores, deleites impressos na imagem. Uma boca se enche d’água diante das gordas "Jabuticabas", enquanto "A Noite na Estrada" nos atravessa com um golpe de ar.

"Aprendi a viver em pleno vento", diz Sophia de Mello Breyner, em um de seus poemas. A pintura de Cela Luz caminha com essa lição: chacoalha horizontes, deixa ventar".


Pollyana Quintella

A Galeria Mercedes Viegas fica na Rua João Borges 86, na Gávea. A exposição poderá ser visitada até 23 de outubro.