Festival Up! cria oportunidades para artistas em diferentes áreas

O Festival Up! pretende criar oportunidades para mais de mil artistas em todo o Brasil, em segmentos como música, teatro, dança, literatura e humor. A iniciativa visa reduzir os impactos das medidas de segurança sanitária nas atividades do setor cultural. Para isso, o Instituto Ekloos, de aceleração social, com o patrocínio da Vale, criou o Festival Up!, com o objetivo de "dar um up" na situação de artistas, possibilitando que sejam remunerados pela criação de conteúdos em vídeo e que o público possa usufruir desses para o seu entretenimento. Uma associação do digital com a cultura e com o social.

"Durante o confinamento, artistas reconhecidos têm oferecido performances ao vivo a seus fãs de forma gratuita pelas redes sociais. Estes eventos têm gerado milhões de visualizações em todo o país. Por que não dar visibilidade também para outros artistas, que estão em dificuldades financeiras durante esta crise? O Festival Up! se propõe a isso, a ajudar os artistas de todo Brasil e oferecer entretenimento para quem está em casa", explica Andréa Gomides, presidente do Instituto Ekloos. O Festival Up! pretende beneficiar mais de mil e suas apresentações ficarão disponíveis online durante três meses a partir do dia 19 de abril. Haverá atualizações todos os dias, permitindo que o público se divirta, comente e compartilhe novidades na área artística.

"Nosso olhar ao patrocinar o Festival Up! foi direcionado aos artistas autônomos e independentes, investindo em oportunidades de visibilidade às suas produções e fomentando as manifestações culturais brasileiras. Há duas décadas, a Vale investe em cultura no nosso país e neste momento precisamos nos unir e continuar apoiando o setor cultural", comenta Christiana Saldanha, gerente de Patrocínios da Vale.

O festival contempla cinco áreas: música, teatro, dança, literatura e humor. Para participar, os artistas devem disponibilizar os conteúdos em seu canal no YouTube e, em seguida, efetuar a inscrição pela plataforma. Os curadores definirão se o conteúdo está apto a participar do festival. Para cada vídeo aprovado, o artista receberá um cachê de R$ 300.


Artistas já conhecidos do público e que queiram apoiar o festival podem enviar seu material de forma voluntária e gratuita. O festival já está aberto ao público e ficará disponível até 12 de julho.

Fale conosco