Fava da Silva "Deságua" sua nova série com vernissage hoje em BH

"Deságua", exposição que inclui obras da nova série da artista plástica carioca Fava da Silva, tem vernissage nesta sexta-feira, dia 07, a partir das 19h, no Restaurante do Ano, em Belo Horizonte (MG), onde a artista reside, após temporada em Nova York.

Com curadoria de Gabriela Carvalho, a exposição apresenta 18 obras, entre pinturas e fotografias de diferentes fases da produção da artista. Em seus trabalhos, Fava explora imagens que povoam suas memórias e imaginários relacionados à sua infância e trajetória enquanto mulher e artista. "A proposta curatorial cria uma espécie de linha narrativa com obras de diferentes momentos e temáticas, com intuito de apresentar a versatilidade dessa produção", comenta a curadora.

A artista plástica Fava da Silva.

É a primeira exposição individual da artista na capital mineira, que participou recentemente de exposições e mostras coletivas no Brasil e nos Estados Unidos. Atualmente, ela se prepara para sua primeira residência artística, projeto contemplado no fundo municipal de incentivo à cultura, para realização na Associação Cultural Zaratan em Lisboa, em 2019.

Fava da Silva estudou artes na School of Visual Arts de Nova York, no Parque Lage (RJ), frequentou o ateliê de pintura da artista Leonora Weissmann, além de ter bacharelado e mestrado na área de cinema.

Participou de exposições individuais e coletivas na Galeria NYC (NY), na Casa Azeitona (BH), no Centro Cultural dos Correios (Juiz de Fora e Niterói), Greenpoint Gallery (NY), entre outros.

Foi contemplada no edital municipal de incentivo à cultura de Belo Horizonte com um prêmio para realização da residência artística na Associação Cultural Zaratan, em Lisboa, e participou da residência de Improvisação e composição em música e dança com JuHyun e Ana Carolina Rocha Mundim, em Belo Horizonte. Em 2014, teve suas gravuras publicadas na revista belga Actuel.

Sobre a curadora, Gabriela Carvalho é paulista e vive em Belo Horizonte. Bacharel em Artes Visuais pela UFMG e Universidade de Bologna; Mestre em Artes pela UEMG. Em 2011 criou a Casa Camelo, iniciativa autônoma que atua com projetos com foco no fomento e difusão da produção artística emergente em Belo Horizonte.

Foi curadora do Centro Cultural Sesc Palladium entre 2014 e 2016. Como curadora, realizou projetos em espaços autônomos e institucionais como Galpão Paraíso, Mama Cadela, Sesc Palladium, BDMG Cultural, Memorial Minas Gerais Vale, entre outros.

Trabalha também como gestora e produtora de projetos na área de artes visuais, tendo atuado recentemente em projetos no CCBB, FLIP, Sesc SP e Oi Futuro. Pesquisadora na área da curadoria de exposições, atua também como professora, tendo ministrado cursos nessa área na Escola Guignard e CEFART.

A exposição pode ser visitada até 10 de janeiro. O Restaurante do Ano fica na Rua Levindo Lopes 158, na Savassi.


Fotos: divulgação