"Entre Águas", de Maritza Caneca, pode ser visitada até dia 12

A Anita Schwartz Galeria apresenta a exposição "Entre Águas", de Maritza Caneca, que pode ser visitada até o próximo dia 12. Em sua segunda individual no Rio, a fotógrafa Maritza Caneca expõe o resultado de suas andanças por Budapeste em julho de 2018, onde visitou 56 piscinas em cinco dias. O texto de apresentação da mostra é de Vanda Klabin.

Com nove imagens inéditas, a seleção traz o registro das termas Rudas, Szechenyi, Gellert, Kiraly, Lukacs, Palatinus e Römai e inclui, ainda, a foto da instalação "Swimming Pool" (2016), de Leandro Erlich, que fica no Museum Voorlinden, em Wassenaar, na Holanda.

"Este ainda é o trabalho das piscinas, mas em evolução. Quando chego em uma piscina é sempre uma surpresa. Por isso escolhi Budapeste, com suas termas de origem árabe, turca, romana. É um universo vasto de diferentes formas", comenta Maritza.

Tendo como referência a obra de David Hockney e James Turell, o olhar da artista, que começou a carreira nos sets de cinema, está refletido na geometria dos elementos com que trabalha. "Busco a simetria nas imagens, mas não tenho compromisso com o local. A ideia ao registrar este ambiente é que ele se torne atemporal, único", explica.

Maritza Caneca completa a mostra com um vídeo em looping e duas esculturas de cubo em azulejo, fruto da temporada em Lisboa no início de 2018. "Desde o início busco diferentes maneiras de registrar esta experiência. Em 2017 fiz o primeiro trabalho com azulejos, com a instalação de um grande painel com fotos da piscina do Copacabana Palace. Quando estive em Portugal, tive a oportunidade de aprimorar a técnica com azulejo queimado e produzir as placas com diferentes desenhos em cima das fotos de Budapeste", completa.


A Anita Schwartz Galeria fica na Rua José Roberto Macedo Soares 30, na Gávea.


Fotos: divulgação