Daniella de Moura expõe na mostra coletiva "Anatomia Fantástica"


Daniella de Moura

Integrando a programação do VI Circuito de Arte 10C, a Orlando Lemos Galeria apresenta "Anatomia Fantástica", exposição coletiva que reúne obras do acervo e de jovens artistas mineiros, com curadoria de Júlio Martins, com vernissage neste sábado, dia 05, às 11h.

Daniella de Moura

A inspiração para o título da mostra é a prancha 75 do Atlas de Imagens do historiador da arte e da cultura Aby Warbug, em que investiga representações do corpo humano em obras de arte desde o século XV ao XVII, e em que se observam concepções científicas e mitológicas imbricadas nas construções imagéticas.

De acordo com o curador Júlio Martins, "a corporeidade tem sido campo privilegiado de pesquisa na arte contemporânea, desde a Body Art e a Performance Art dos anos 1970 até seus desdobramentos na arte mais recente, nas foto-performances, ações e numa vontade de antropomorfia que, novamente, problematiza o corpo em suas dimensões imanentes e transcendentes".

Daniella de Moura

A exposição propõe uma aproximação entre arte contemporânea e produções outras, tais como arte naïf, ex-votos e cerâmicas do norte de Minas Gerais, além de objetos de culturas indígenas de diversas origens.

Dentre os artistas participantes destacam-se Véio, Yuri firmeza, Marinaldo dos Santos, Laura Makabresku, Marta Neves, Carlos Mélo, Armando Queiroz, Sara não tem nome, Victor Galvão, Randolfo Lamounier, Simone Cortezão, Ricardo Burgarelli, Luiza Alcântara, Marcel Diogo, Ariel Ferreira, Julia Panadés, além de Daniella de Moura, que expõe obras das séries de aquarelas "Cólicas da arte" e "Orchidaceae clitorisvulvaris".

Daniella de Moura

"Anatomia Fantástica" poderá ser visitada até 16 de novembro. A Orlando Lemos Galeria fica na Rua Melita 95, no Jardim Canadá, em Nova Lima.