Dúvidas de um dia de pandemia

Por Bruno Thys




—-Se a lava-jato for anulada, notórios e confessos ladrões de dinheiro público como Sérgio Cabral serão soltos. Ok. E vão reaver o que devolveram ao Estado?




—-O ministro que substituirá Celso de Mello no STF será escolhido por méritos ou por bons serviços prestados a quem o indicará?




—-O advogado Wassef estaria para o rachadão assim como Queiroz pra rachadinha?




—-Por falar em Queiroz: e os R$ 89 mil na conta de Michele Bolsonaro?




—-Alguém sabe de verdade quem é Wassef?




—-Com o afastamento do desembargador paulista que humilhou guardas em Santos, a Justiça e o país podem respirar aliviados? É caso único de juiz arrogante e prepotente no Brasil?




—-Com sete meses de pandemia, os epidemiologistas já têm uma vaga ideia do número de mortes que a Covid causará? O total se aproxima de 130 mil.




—-Rodrigo Maia é do centrão, do


centro ou do centrinho? Ou é concêntrico? Será egicêntrico?




—-O Witzel, pelo conjunto da obra, não deveria fazer companhia a Cabral em Bangu 8?




—-Quem aceitaria um cafezinho da Flor de Lis?




—-O Rio que já tinha milícia, comando vermelho, está abrindo espaço para a chegada do PCC. Quem dará as boas vindas á turma de São Paulo?




—-Quando, de fato, a Kopenhagen lançará mesmo o “bombonsonaro”?




—-A bíblia do Crivella, prefeito do Rio, não foi adulterada?




—-Aliás, a atividade “guardiões” já foi reconhecida pelo Ministério do Trabalho?




Por lguém consegue imaginar praia no verão sem aglomeração?

Posts recentes

Ver tudo

NOS TEMPOS DA PANDEMIA

Por Bruno Thys - A gripezinha de Bolsonaro chega a 100 mil mortes. O que seria pra ele uma gripe forte ou uma pneumonia? - Além da ivermectina, da azitromicina, da cânfora, Volnei Morastoni, prefeito

DÚVIDAS DA QUARENTENA

Por Bruno Thys Em momentos de ócio forçado sobra tempo pra mente passear meio sem rumo e se surpreender. Exemplos: ---Por que apresentadora do tempo na TV tem que ser alta e magra ---Por que político,

Militares de volta à política

por Bruno Thys Recentemente participei com o fraterno e querido amigo Jorge Antônio Barros, de uma série de lives sobre a “A volta dos militares à política”. promovido pelo “Quarentena News”. Com prod

Fale conosco