Banco do Brasil abre inscrições para cessão de espaço nos CCBBs

Estão abertas até 11 de janeiro as inscrições para o edital Banco do Brasil de Seleção Pública de Projetos Culturais 2019/2020 – na modalidade cessão de espaço. As propostas selecionadas poderão compor a programação dos centros culturais Banco do Brasil (CCBBs) localizados em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

O CCBB do Rio.

As inscrições são gratuitas e devem ser registradas exclusivamente pela internet (www.bb.com.br/cessaoespacoccbb) até às 23h59min (horário de Brasília) do dia 11. O regulamento completo está disponível no mesmo endereço.

O CCBB de Brasília. Foto: Alan Weintraub.

Podem ser inscritos projetos de artes cênicas, cinema, exposição, música e ideias – debates, seminários, palestras e workshops/oficinas –, inéditos, nas cidades onde pretendem ser realizados. As propostas serão avaliadas por comissão interna especializada do Banco do Brasil, com base nos critérios: relevância conceitual e temática para a sociedade; abrangência de público e acessibilidade; fomento de novos talentos; originalidade; e ficha técnica do projeto.

CCBB Belo Horizonte. Foto: Antonio Thomás Koenigkam.

A modalidade cessão de espaço contempla projetos que já possuam patrocínio/recursos para realização ou que estejam em fase final de confirmação dessa condição. Em setembro, o BB divulgou o resultado do Programa Banco do Brasil de Patrocínios, quando foram pré-selecionado 451 propostas, sendo 112 para realização e 339 para composição do banco de projetos, atualmente em fase de habilitação jurídica e regularidade fiscal e trabalhista.

CCBB São Paulo. Foto: Rodrigo Becker.

O último edital de cessão de espaço do CCBB foi realizado em 2017, quando recebeu 437 propostas. Dessas, 85 foram selecionadas para compor a grade de programação dos quatro CCBBs durante os anos de 2017 e 2018.


"Com o edital de cessão de espaço, o Banco do Brasil coloca à disposição de músicos, artistas e produtores os palcos e galerias dos CCBBs, que estão entre os museus mais visitados do Brasil e do mundo", destaca Karen Machado, gerente executiva do Banco do Brasil.


Importante agente incentivador da cultura do país, o BB seleciona projetos inovadores, plurais e acessíveis, capazes de contribuir significativamente para a oferta de expressões artísticas que proporcionem à sociedade experiências interativas, formadoras e transformadoras.


Foto: divulgação