Arte de Vanderlei Lopes contrapõe o tradicional e a instabilidade

"O trabalho materializa a imagem de um redemoinho onde três pontas de cigarro giram em direção a um orifício central, prestes a serem tragadas por ele, no turbilhão dourado. Feito em bronze polido patinado e veludo, o trabalho eterniza em metal uma imagem fugaz, um estado transitório.


A obra deseja evidenciar a contradição entre o material tradicional histórico, de aparência nobre, e a instabilidade transitória apresentada pela imagem residual dos cigarros."


Vanderlei Lopes

Vanderlei Lopes nasceu em Terra Boa, Paraná, em 1973 (vive e Trabalha em São Paulo), ele se dedica a explorar o desenho, seus desdobramentos e limites em diversas linguagens, passando pela escultura, fotografia e vídeo. Sua abordagem experimental agencia elementos simbólicos, espaciais, temporais e revela o caráter de ação de sua obra que se utiliza do espaço como um mediador para as operações de suas obras que simulam impostações inesperadas, senão estranhas, de objetos e elementos de construção.


Graduado em Artes plásticas pelo IA- UNESP, participou de mostras individuais no Brasil e exterior, como "Grilagem", no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (2014), Rio de Janeiro; "Transitório", Galeria Nuevochenta, Bogotá (2014); "Cavalo", na Galeria Marilia Razuk, São Paulo (2013); "Horas seculares e instantâneas", Museu de Arte Contemporânea, Niterói (2011); Centro Cultural São Paulo, em 2003, onde obteve prêmio aquisição; "Voo", Porto, Portugal, 2007; "Nova Arte Nova", no Centro Cultural Banco do Brasil, em 2007, com curadoria de Paulo Venâncio Filho; "Novas Aquisições - Coleção Gilberto Chateaubriand", Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro em 2007; "Loop Videoart Barcelona 2009", curadoria de Wagner Morales, Centre Civic Pati Llimona, Barcelona, entre outras. Foi artista selecionado pela Bolsa Iberê Camargo em 2007.

"Hemisfério", 2019, bronze polido platinado e veludo.

Vanderlei Lopes é representado em São Paulo pela Galeria Marilia Razuk.


A Carbono Galeria fica na Rua Joaquim Antunes, 59, no Jardim Paulistano, São Paulo.