America Cupello e alunos da UFF têm experiência imersiva no MAR

Atualizado: 3 de Jun de 2019

A fotógrafa e professora America Cupello e seus alunos da disciplina Experimentação Artística com meios tecnológicos, da Graduação em Artes da UFF, visitaram, na última sexta-feira, dia 31, a nova sala imersiva do Museu de Arte do Rio (Mar), o projeto Fluxo, com direção criativa de Liana Brazil.

Aberta ao público no último dia 25, a sala Fluxo, primeiro espaço imersivo do MAR, explora o movimento contínuo, fluido, espontâneo, por meio de imagens e sons inspirados na exuberante natureza do Rio de Janeiro.

O espaço imersivo tem com objetivo propor ao visitante uma experiência sensorial. A instalação de estreia, Fluxo, foi desenvolvida por uma equipe multidisciplinar liderada pela diretora criativa Liana Brazil, da SuperUber. A sala localizada no primeiro andar do pavilhão de exposições é uma aposta da direção do museu, por meio de sua diretora executiva, Eleonora Santa Rosa, e faz parte de um novo núcleo de trabalho da instituição.


Ao entrar na sala escura, o visitante percebe que suas pegadas criam rastros que o conectam a um núcleo em que imagens e sons inspirados na natureza do Rio de Janeiro surgem de todos os lados. Constelações, águas, tempestades e traçados ancestrais são projetados em telas que envolvem o público e o transportam para um espaço-tempo outro, fora da história, livre de começos-meios-fins.

Fluxo tem entrada gratuita todos os dias até 25 de junho. O MAR fica na

Praça Mauá 5, no Centro.


Fotos: America Cupello

Fale conosco