Íris Helena abre segundo ciclo do Arte+Care com "Casa Conjugada"

Abrindo o ciclo #2 do programa Arte+Care, a artista Íris Helena apresenta "Casa Conjugada", uma série inédita que dá continuidade à sua pesquisa sobre arquitetura, ruína e história da formação das cidades brasileiras. Por meio de vestígios extraídos das paredes de casas variadas, uma 'constelação' citadina surge como um mapa. Dentro desses estudos e de coleções de imagens de casas brasileiras, a artista selecionou um conjunto de 20 casas conjugadas e/ou geminadas - de diversas épocas e estilos arquitetônicos - em que duas edificações iguais ou distintas estão unidas pela mesma parede.

Parte da venda desses trabalhos irá beneficiar mais uma iniciativa relevante de interesse público nos campos da cultura, da saúde e da atenção básica. Para esta segunda etapa do programa Arte+Care, o apoio será dado à ação Juntos Contra a Covid-19, coordenada pela ONG carioca Move Rio, em parceria com outras organizações, no auxílio a moradores de diferentes comunidades do Rio de Janeiro que não têm recursos e precisam ficar em casa nesse período de confinamento.


A ação se dá por meio da arrecadação de doações em dinheiro e distribuição de cestas com alimentos não perecíveis, itens de higiene pessoal e materiais de limpeza.


Nas próximas semanas, completando o ciclo #2, participam com trabalhos inéditos as artistas Raquel Nava, Ana Hupe e Carolina Martinez.

O Arte+Care é um programa desenvolvido para apoiar os artistas representados pela Portas Vilaseca Galeria e, ao mesmo tempo, ajudar pessoas, organizações e iniciativas relevantes nos campos da cultura, da saúde e da atenção básica. Séries de trabalhos inéditos e a preços acessíveis (entre R$900 e R$2 mil cada) foram produzidas exclusivamente para o programa pelos artistas e, a cada mês, uma parte das vendas será doada a uma iniciativa diferente.