"Águas" revela semelhanças e contrapontos de um pai e seu filho

"Águas", de Sérgio Serzedello Machado e Bruno Roquette-Pinto Serzedello Machado, tem vernissage nesta quarta-feira, dia 29, às 19h, no Centro Cultural Correios Rio de Janeiro. Os dois artistas se unem sobre o mesmo fim com olhares distintos, tanto no movimento, quanto no detalhe.


São variações sobre o tema, uma de camadas em preto e branco, e a outra, na

profusão dos azuis. Pesquisas, debates, encontros à procura de respostas distintas: o milimétrico da máquina profissional em contraponto à fluidez da lente do celular.


O amor como elo de união, o respeito profissional, a admiração pelo artista na independência de cada trabalho é o retrato dessa mostra. Linhas paralelas que se cruzam nessa exposição de um pai e um filho.


Sérgio Serzedello Machado nasceu em 1958, no Rio de Janeiro, reside e trabalha no Rio de Janeiro. Graduou-se em arquitetura na Universidade Santa Úrsula, trabalhando nos escritórios de Paulo Casé, Luís Accioli e L.A. Rangel; Claudio Bernardes e Jacobsen; Mauro Taubman entre outros, e desenvolveu também muitos projetos arquitetônicos próprios. Participou como arquiteto das edições de 1998 e 2000 da Casa Cor Rio de Janeiro. Foi proprietário da Loja e do escritório Hum Arquitetura, trabalhando exclusivamente com designers, arquitetos e artistas brasileiros no São Conrado Fashion Mall de 1988 a 2001. Desenvolve a fotografia há 3 anos, sendo o tema água a vertente a ser exposta.


Bruno Roquette-Pinto Serzedello Machado nasceu em 1993, no Rio de Janeiro, é fotógrafo e bacharel em comunicação social com ênfase em cinema pela PUC Rio. Como freelancer, fotografou para marcas como Adidas, Farm, Melissa e Nike. Em 2016, com Juliana Rocha, fundou O Álbum, agência de fotografia analógica. Desde então, contribui para publicações como Caderno Ela, GQ, GQStyle, O Globo e Void.


A exposição poderá ser visitada até 22 de março. O Centro Cultural Correios Rio de Janeiro fica na Rua Visconde de Itaboraí 20, no Centro.